Skip to main content

5 motivos para ser contra a Estatização.

Como é possível a população no geral depositar tanta confiança no Estado e nos serviços oferecidos por ele? De uma forma bem simples e direta apresentarei cinco pontos para você tentar enxergar o quanto os serviços estatais podem ser (e em sua maioria são) altamente prejudiciais à sociedade.

impostos

1- Altos Impostos:

Quando o governo é dono das empresas ligadas à economia, estas sempre sofrem com corrupção ou ineficiência por partes de seus servidores. A corrupção ou gastos, devido mal exercício dos funcionários públicos, sempre geram um déficit que, pra ser pago, o governo sempre recorre aos tributos fazendo o cidadão pagar a conta através de impostos. Um exemplo de imposto para cobrir rombos estratosféricos causados no governo Dilma é a CPMF. Esforços não faltam para que o tão temido imposto assombre a vida do trabalhador e contribuinte.

Monopoli

2- Monopólio:

É curioso como os amantes do estado criticam as empresas capitalistas que exercem monopólio, mas julgam que seria melhor que o estado monopolizasse tudo: correios, educação, saúde etc. Será que eles não percebem a tirania que o monopólio estatal representa? Como o governo detém o monopólio do serviço, ele pode cobrar a taxa que quiser e oferecer o produto mais porco que desejar. Há aqueles que dizem que para melhorar o serviço público só precisamos “investir mais nos servidores” dando a entender que se aumentarmos o salário dos funcionários públicos para 20 mil reais para cada um, logo os serviços públicos se tornarão uma “maravilha”. Você não é tão ingênuo a ponto de acreditar nisso, é?

Monopoli

3- Ineficiência:

As entidades estatais (bancos, empresas etc) são, na verdade, verdadeiros cabides de empregos nas quais os políticos colocam dentro delas todos os amigos e parentes que quiserem (ao contrário de empresas privadas que só contratam funcionários técnicos especializados justamente por visarem à eficiência).

image002

4- Corrupção:

É sempre assim, as empresas estatais sempre se envolvem em escândalos de nepotismo, fisiologismo, peculato (fora as constantes greves feitas todos os anos). E isso é preocupante porque essas empresas são sustentadas com nossos impostos. Por isso devemos privatiza-las, pois empresas privadas não são sustentadas com impostos e em um sistema de livre concorrência nós consumidores decidimos qual o fim das concorrentes. O consumidor dita as regras. Quem cai, quem fica, quem alcança o sucesso e por aí vai.

image002

5- Ausência de punição por péssimos serviços:

Se uma empresa privatizada oferece péssimos produtos e serviços ou preços altos ela é punida pelos consumidores que deixarão de comprar seus produtos e serviços. Já as empresas estatais continuam lá oferecendo o que há de pior e ainda somos obrigados a nos contentar com esses péssimos serviços. Na empresa privada o péssimo desempenho ou corrupção é punido com demissão enquanto na empresa estatal raramente um funcionário é punido.

 

Cinco pontos simples que podem ajudar muita gente a esquecer toda essa demonização que foi causada pela esquerda brasileira. E aí, qual time vai jogar? #TeamPrivado ou #TeamEstatal ? #TeamCapitalism ou #TeamSocialism? 🙂

civil-poll-hed


Rodolfo Gatti

Músico, produtor independente e organizador pela Unplugged Label, escritor, criador da personagem “Capitalista Morena”, Coordenador do Grupo de Estudos Dragão Verde, estudante de ciências econômicas, Coordenador Local dos Estudantes pela Liberdade e amante de filmes, séries e animes. Escreve para o blog John Galt Online quinzenalmente.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: